UNAMA | Ser Educacional Unama
29 Agosto
Belém
VR é a nova arma da psicologia contra fobias e ansiedade
Por Rômulo Pinheiro

Fonte: Tecmundo

A era da realidade virtual finalmente chegou. Durante muitos anos, obras de ficção científica, seja no cinema, nos livros, nos quadrinhos ou nos video games, usaram e abusaram de personagens e situações que utilizavam dispositivos de realidade virtual por uma infinidade de motivos. Voltando para o mundo real, em 2016, alguns óculos VR foram lançados e vêm se tornando cada vez mais populares entre os fãs de tecnologia.

Inicialmente, quando se pensa em óculos de realidade virtual, a primeira coisa que nos vem à mente são jogos de video game. Tanto o Oculus Rift quanto o HTC Vive e o PlayStation VR oferecem uma boa quantidade de jogos dos mais variados estilos onde os jogadores podem imergir na ação, na aventura e até no horror dos títulos explorados. Porém, uma nova função para a realidade virtual vem ganhando espaço: o tratamento psicológico de traumas e fobias.

Para entender um pouco mais como funciona esse tipo de terapia, que leva os pacientes para dentro de situações que podem causar pavor – como uma viagem de avião, uma ida ao posto de saúde para tomar uma injeção ou até mesmo falar em público –, o TecMundo conversou com a psicóloga Nataly Martinelli, que realiza tratamentos usando óculos de realidade virtual.

Para ler o texto na íntegra acesse o link: https://goo.gl/zw8krL

29 Maio
Belém
Alunos dos cursos de computação da UNAMA na I Maratona de Programação do Norte
Por Rômulo Pinheiro

No último sábado (27), os alunos dos cursos de Ciência da Computação e Análise e Desenvolvimento de Sistemas da UNAMA participaram da I Maratona de Programação do Norte. Nela, participaram equipes formadas por alunos de IES (Instituições de Ensino Superior) dos estados do Amazonas, Acre, Roraima e Pará.

Essa competição foi elaborada nos moldes da Maratona de Programação da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), e que faz parte da competição internacional ACM ICPC (The International Collegiate Programming Contest of the Association for Computing Machinery), e tem como objetivos melhorar a habilidade dos alunos quanto a resolução de problemas por computador, além de promover questões como a criatividade, a capacidade de tomada de decisão quanto a resolução eficiente e eficaz de um problema bem como fortalecer o trabalho em equipe.

A competição ocorreu de maneira sincronizada em várias cidades do Norte, com os alunos da UNAMA representando Belém através da resolução de vários desafios em um dos laboratório da unidade Alcindo Cacela.

Mais informações sobre a Maratona de Programação da SBC em http://www.sbc.org.br/educacao/maratona-de-programacao.

 

 

10 Maio
Belém
9 ferramentas gratuitas para você aprender a programar
Por Rômulo Pinheiro

Se você vivesse na Idade Média e um monge copista oferecesse a privilegiada oportunidade de aprender a ler e a escrever – sem, digamos, ter que se abdicar de sua vida mundana - você aceitaria? Pense nas bibliotecas enclausuradas nas abadias e em todo conhecimento que estaria ao seu alcance. Se você é um leitor que se preze, sua resposta com certeza seria sim, certo? Pois então aceite nosso conselho e vá aprender a programar!
 
Nossa vida é movida pelo códigos e algoritmos. Dominá-los é uma habilidade para quem quer entender esse mundo e criar coisas novas. Exatamente o que a capacidade de ler e escrever permitiu, muito tempo atrás. “Se você não souber programar, você será como uma das pessoas iletradas da Idade Média que foram educadas a pensar pelos padres letrados”, diz Tim O’Reilly, entusiasta do software livre no site Code.org.
 
Programar é basicamente “conversar” com computadores para que eles cumpram tarefas por nós. Mesmo que você não trabalhe diretamente com isso, programar desenvolve nosso raciocínio lógico e nossa capacidade de resolver problemas. Fora que, mais dia, menos dia, saber como funcionam as tecnologias presentes no nosso cotidiano será fundamental.
 
Aprender a programar é muito semelhante a estudar um novo idioma. O primeiro passo, aliás, é escolher uma linguagem de programação, que possui uma sintaxe e estrutura própria. Para nossa sorte, não dependemos da boa vontade de monges copistas, mas de nerds e hackers – e eles costumam ser bem generosos em compartilhar seu conhecimento. Veja plataformas intuitivas e interativas perfeitas para aqueles que querem dar os primeiros passos no mundo da programação:
 
1. Hour of Code 
https://hourofcode.com/pt
 
É a plataforma da campanha da Semana do Ensino da Ciência da Programação deste ano. Nela, estão disponíveis vários tutoriais para todos gostos e idades, alguns, inclusibe, em português. Como os puzzles com Angry Birds.
 
Há tutoriais para aprender a programar até mesmo sem computadores, usando papel e caneta para escrever um algoritmo capaz de cumprir determinada tarefa. Em vez do computador, quem lê o código e executa são… humanos.
 
A Khan Academy também entrou na jogada e lançou um tutorial para aprender a programar um cartão de boas festas em JavaScript, uma das linguagens mais famosas e usadas nas páginas da internet. Dá uma olhada (em inglês).
 
Leia a matéria na íntegra aqui.
 
 

12 Janeiro
Ananindeua
Cursos da Informática da UNAMA iniciam projeto com Robótica
Por Rômulo Pinheiro

Os alunos dos cursos de informática da UNAMA iniciaram o projeto de robótica com Lego MindStorms, que tem com o objetivo a integração dos cursos de informática e levar também essa tecnologia para escolas da região, onde poderemos mostrar o que a tecnologia é capaz de fazer para as pessoas.

LEGO MINDSTORMS Education EV3 é um recurso extensivo escola cross-curricular de Ciência da Computação, Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. LEGO MINDSTORMS EV3 proporciona aos alunos envolvente, hands-on oportunidades de aprendizagem utilizando os recursos familiares de construção LEGO combinados com intuitiva, fácil de usar software. 

O MINDSTORMS plataforma EV3 Educação LEGO foi criado para o ensino primário e secundário, proporcionando a próxima geração de robótica para a sala de aula. Ela ajuda a alunos do ensino primário e secundário desenvolver a solução de problemas, pensamento criativo e habilidades de comunicação necessárias para o sucesso na escola e fora dela. 
 
As vantagens educacionais do novo LEGO MINDSTORMS Education EV3 conjunto robótico.
 
• Desafiar os alunos a pensar em soluções de uma forma diferente maneira através da experimentação -. plano, teste e modificar robôs para alcançar os objetivos 
• Cumprir os objectivos curriculares em Ciência da Computação, Ciência, Matemática e Tecnologia, tanto a nível primário e secundário. 
• Desenvolver competências essenciais dos alunos no trabalho em equipe, gestão de tempo e solução de problemas. 
• Combinar com outros recursos LEGO para ampliar as oportunidades de aprendizagem e maximizar o investimento. 
• Adequado para FIRST ® LEGO ® League ou outras competições robóticas.

Link do vídeo do projeto:

https://www.youtube.com/watch?v=niScG8hYULo

 

14 Novembro
Belém
Demonstração da Técnica Multipot - A Evolução do Ataque Evil Twin
Por Rômulo Pinheiro

Na próxima quinta-feira (17), será apresentado, no laboratório L-106, às 19hrs, o trabalho de conclusão de curso dos alunos Sandro Oliveira, Denivaldo Mescouto e Ian Braga. 

Este trabalho tem como objetivo, executar o procedimento para realizar teste de intrusão em redes Wi-Fi que utilizam segurança de autenticação mútua (aberta), utilizando o procedimento de invasão conhecida como MULTIPOT, verificando a vulnerabilidade da rede que utilizam esse tipo de segurança. 

Nos dias atuais  a segurança da informação é uma preocupação em todos os ramos de negócios, quer seja privado ou público, muitas são as formas utilizadas para tentar tomar posse destas informações (arquivos, banco de dados, etc...) por isso faz se necessário adquirir conhecimento nessa área para mostrar algo consistente nesse âmbito das redes Wi-Fi. 

Este é um trabalho que foi aprovado no I Congresso Nacional De Ciência da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Redes de Computadores que teve como tema “Espaços Tecnológicos e Sustentabilidade" e foi realizado entre os dias 15, 16 e 17 de setembro na Universidade da Amazônia (UNAMA) Campus Ananindeua.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas na secretaria da coordenação do curso, bloco C, 2º Andar, até as 17hrs do dia 17/11.