UNAMA | Ser Educacional Unama
16 Outubro
Santarém
Alunos de cursos de saúde participam do projeto de ação social em Satarém
Por Wivianne Goes

Nesta última sexta-feira (13), acadêmicos do cursos de Enfermagem, Biomedicina, Odontologia e Educação Física da Faculdade - unidade Santarém, participam de mais uma etapa do Projeto de Responsabilidade Social denominado "Faculdade na Comunidade". Desta vez, a Pastoral do menor do Bairro do Mapirir recebeu mais uma etapa da ação.

Atividades como aferição de pressão arterial, educação em saúde, avaliação nutricional,  entretenimento, higiene bucal e várias outras, foram realizadas no local. O evento foi gratuito e voltado para a comunidade. 

29 Agosto
Belém
Estão disponíveis as vagas de monitoria em Biomedicina
Por Dirceu Costa

Estão abertas as inscrições para a monitoria em Biomedicina 2017.2 Veja as vagas disponíveis no edital em anexo.

24 Abril
Belém
Artigos aprovados no III Congresso Multidisciplinar de Saúde
Por Dirceu Costa

Biomédicos e acadêmicos do Curso de Biomedicina, obtém a aprovação de trabalhados científicos no III Congresso Multidisciplinar de Saúde, que ocorrerá entre os dia 26 e 28 de Abril, no HANGAR Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém-PA. O tema geral do Congresso é Humanização em Saúde: Desafios e os Novos Cenários.

Confira a lista do trabalhos aprovados.

17 Abril
Belém
Confira edital para projeto de Atividades Integradas em Pesquisa
Por Dirceu Costa

O Coordenador do Curso Bacharelado em Biomedicina no uso de suas atribuições divulga os critérios de seleção para o projeto de Atividades Integradas em Pesquisa (AIP). 

O referido projeto, foi criado com o intuito de dar aos alunos do Curso de Biomendicina da Universidade da Amazônia a possibilidade de acesso à iniciação científica e experiências em Centros de pesquisa conveniados, como por exemplo, o Centro Nacional de Primatas.

Art. 1º. Ficam abertas as inscrições para o processo seletivo do Projeto de Atividades Integradas em Pesquisa (AIP) no período de 17/04/2018 a 23/04/2018 na Secretaria das coordenações de Curso no horário de 8:00h às 21:00h com publicação da homologação das inscrições no dia 24/04/2018.

Art. 2º. O processo seletivo será realizado para iniciação de atividades em Pesquisa para acadêmicos, voluntários  do 5º semestre do Curso de Biomedicina

Art. 3º.  A nota global do candidato deve ser superior a 7, sendo esse um critério eliminatório.

Art. 4º. A nota final será a média aritmética das notas atribuídas à prova teórica (peso = 6) e ao histórico escolar do aluno (peso = 4).

Art. 5º. As demais regras para o concurso são aquelas constantes no Regulamento de Monitoria.

Art. 6º. A vaga será destinada a princípio para cada turma do referido período não ultrapassando 3 vagas por turma, de acordo com a classificação dos candidatos por nota.

Art. 7º.  A nota final para aprovação não pode ser inferior a 7 e não haverá remanejamento de vagas de uma turma para outra.

Art. 8º. Não haverá revisão de provas nem das notas atribuídas na avaliação.

  Art. 9º. As questões serão compostas pelos principais conteúdos da matriz curricular do curso até o  4º semestre.

           

 

04 Abril
Belém
Alunos de Biomedicina tomam posse como monitores
Por Dirceu Costa

Na tarde de ontem (3), ocorreu a cerimônia de posse dos alunos aprovados no processo seletivo do programa de monitoria. As alunas Ana Cristina Carneiro Martins e Emily Rafaela M. de Souza, do 5° semestre, foram selecionadas para a disciplina de Parasitologia. As discentes Eliziane Suely Damasceno e Angela Jakeline Monteiro (7° semestre) foram aprovadas para a disciplina de Bioquímica Clínica, enquanto o aluno Lucas Alves Prata (7° semestre) é o monitor da disciplina Fluidos Biológicos. 

O programa de monitoria é uma forma importante de introduzir os discentes à docência, estimulando o pensamento crítico, o aprofundamento dos conhecimentos adquiridos e uma nova forma de vivenciar a profissão e as disciplinas. É uma experiência importante e enriquecedora para o currículo de nossos alunos.

Confira fotos da cerimônia:

 

 

27 Março
Belém
Visita técnica a Fundação HEMOPA
Por Dirceu Costa

Alunos do Curso de Biomedicina da UNAMA, participarão de visita Técnica na Fundação HEMOPA, no dia 24 de Abril. A visita faz parte do calendário de eventos da Academia Parense de Biomedicina e representa uma grande oportunidade para que os acadêmicos tenham a percepção da importância do profissional Biomédico em Hemocentros e Bancos de Sangue. Na ocasião, os alunos serão convidados a doar sangue, dando início à III Gincana de doação. 

26 Março
Belém
Confira artigo que faz comparação entre o cérebro masculino e feminino.
Por Dirceu Costa

COMPARAÇÃO ENTRE O CÉREBRO MASCULINO E FEMININO: ANATOMIA, FISIOLOGIA E INFLUÊNCIA HORMONAL

1 JULIANE OLIVEIRA PEREIRA

2DIRCEU COSTA DOS SANTOS

Muitas pesquisas defendem a ideia de que os cérebros masculino e feminino apresentam diferenças no modo como processam informações, e os guiam a agir cada um a sua forma. Porém, pode-se afirmar de fato que o comportamento é natural de cada gênero? (VIANA, C. et al 2009)A professora Anne Fausto-Sterlling, de Biologia  e estudo de gêneros do departamento de Biologia Molecular, Celular e Bioquímica da Universidade de Brow, possui várias pesquisas em que fala sobre as diferenças anatômicas do cérebro de cada sexo. Uma das principais diferenças está na presença de um corpo caloso (estrutura que conecta os dois hemisférios cerebrais) maior nas mulheres em relação aos homens, fazendo com que elas consigam usar de melhor maneira os dois hemisférios de forma habilidosa conseguindo realizar mais de uma tarefa por vez, enquanto os homens optam por dedicar-se a apenas uma tarefa de cada vez (VIANA, C. 2013).Em um estudo feito por cientistas da Universidade de Johns Hopkins revelou que o lóbulo ínfero-parietal localizado no córtex é maior no cérebro masculino, além de possuir o lado esquerdo deste lóbulo, maior que o lado direito, revelando maior eficiência em habilidades matemáticas, inclusive esta mesma área já havia sido revelada maior no cérebro de Albert Einstein. Enquanto isso nas mulheres ocorre o oposto, o lado direito apresenta-se maior que o esquerdo (SABBATINI, R. 2000).As áreas relacionadas a linguagem e comunicação possuem um tamanho entre 18% e 20% maior nas mulheres além da capacidade de processar informações nos hemisférios esquerdo e direito de forma simultânea. As mulheres também possuem maior densidade de neurônios na área do córtex do lobo temporal em associação com o processamento da linguagem, possuindo mais êxito em  profissões com grande demanda de comunicação e interação social. (Vieira, A. et al 2010).As diferenças entre os cérebros estão presentes desde a formação no útero: o masculino na presença de andrógenos e o feminino na presença de estrógenos. Homens e mulheres tendem a reagirem de formas diferentes também sob estresse, nas mulheres o estrogênio potencializa a oxitocina resultando em mais calma e capacidade de controle, nos homens a testosterona inibe a oxitocina resultando em agressividade e competitividade (Collaer, M.L. et al, 1995).Os ovários são considerados responsáveis pelas desordens físicas e mentais femininas, dadas as circunstancias como tensão pré-menstrual, menopausa, insuficiência ovariana, e outras, pois as secreções ovarianas em ordem são indispensáveis para o equilíbrio hormonal da mulher proporcionar qualidade física e mental à ela. Na maioria dos casos, essas desordens mentais referem-se a depressão (Rohden, F. 2008).Pesquisas epidemiológicas da Organização Mundial de Saúde mostram que as mulheres são duas vezes mais susceptíveis a depressão  do que os homens, independente do lugar ou cultura, e apresentam também sintomas mais graves e mais chances de suicídio, enquanto os homens depressivos possuem maiores chances de procurar consolo em álcool e drogas (Baptista, M.N, 1999).Apesar de todas as diferenças já conhecidas é preciso também estudar as relações sociais e até que ponto a cultura e crenças antigas são capazes de influenciar as habilidades e o comportamento feminino e masculino, pois alguns autores fazem especulações de que de que os antigos costumes da divisão de papéis dos sexos na sociedade determinaram diferenças ao longo da história (Poeschi, G. et al, 2003).

REFERÊNCIAS

VIANA, C; FINCO, D. Meninos e meninas na Eduação Infantil: ma questão de gêneo e poder. Disponíel. Acesso em: 15 mar.2018.

VIANNA, Claudia Pereira. A feminização do magistério na educação básica e os desafios para a prática e a identidade coletiva docente. Acesso em: 15 mar.2018.

SABBATINI, R. Existem diferenças cerebrais entre os homens e as mulheres? Acesso em 17 mar.2018.

VIEIRA, A; MOREIRA, J; MORGADINHO, R. Inteligência emocional: cérebro masculino versus cérebro feminino. Acesso em: 17 mar.2018.

Collaer, M.L; Hines, MDiferenças entre os sexos no comportamento humano: um papel para os hormônios gonadais durante o desenvolvimento inicial? Boletim Psicológico, vol.118, n.1,  julho de 1995.

ROHDEN, F. O império dos hormônios e a construção da diferença entre os sexos. Acesso em: 17 mar.2018.

BAPTISTA, M; BAPTISTA, A; OLIVEIRA, M. Depressão e gênero: por que as mulheres deprimem mais que os homens?                 Temas em psicologia, vol.7, n.2, 1999.

POESCHI, G; MÚRIAS, C; RIBEIRO, R. As diferenças entre os sexos: Mito ou realidade? Análise psicológica, vol.21, n.2, 2003.

 

 

 

22 Março
Belém
Identificação humana por análise de DNA
Por Dirceu Costa

 

Muitos acadêmicos de Biomedicina sonham em trabalhar com análises genéticas. Sabe-se que indivíduos da mesma espécie, seja esta elefantes africanos, milho ou seres humanos, têm o DNA praticamente idêntico. Mas a sequência do DNA em certos locais, conhecidas como LOCI, varia nos genomas individuais. Esta variação pode ser utilizada para distinguir um indivíduo de outro da mesma espécie. O processo de análise destas variações com o propósito de identificar indivíduos é conhecido como PERFIL DE DNA ou FINGERPRINTING GENÉTICO (impressão genética). A impressão genética faz uso de sequências repetitivas altamente variáveis, chamadas STRs (short tandem repeats). Estes loci são altamente similares entre humanos muito relacionados, mas variáveis o suficiente para que seja extremamente pouco comum que humanos não aparentados tenham os mesmos alelos.

As técnicas de identificação humana por DNA vêm sendo utilizada com diversos objetivos, incluindo as ciências forenses (comparar o DNA encontrado em cenas de crime contra o de suspeitos, ou identificações de vítimas de catástrofes), testes de paternidade, investigações históricas, elucidação de desaparecimentos e ainda na criação de bancos de dados de criminosos sexuais. 

Aprofunde suas pesquisa e fique por dentro.

 

19 Março
Ananindeua
Confira os horários de aula dos calouros do curso de Saúde em Ananindeua
Por Leonilde.Oliveira

Os calouros dos cursos de Fisioterapia, Farmácia, Enfermagem, Educação Física, Biomedicina e Nutrição da unidade Ananindeua já podem conferir os horários de aula. Para fazer o download do arquivo, basta clicar no documento presente no campo "Anexo" abaixo.

15 Março
Belém
Semana de Combate à Discriminação Racial
Por Maria de Nazaré

No próximo dia 21 de março, quarta-feira, o curso de Bacharelado em Educação Física irá oferecer à comunidade acadêmica uma roda de conversa sobre "O Código de Ética do Profissional de Educação Física no Combate à Discriminação Racial", que será ministrada pela professora May Mendonça.

A ação fará parte da Semana de Combate à Discriminação Racial, organizada pelo Núcleo de Responsabilidade Social da UNAMA Alcindo Cacela, que acontecerá no período de 19 a 21 de março. A programação contará com ações dos seguintes cursos: Biomedicina, Educação Física, Pedagogia e Estética e Cosmética.

A responsável pelas ações de responsabilidade social do curso de Educação Física, professora Mariela Maneschy, fala sobre a importância dessa roda de conversa para a formação dos alunos do curso: "conhecer o código de ética da sua área é uma obrigação de todo profissional que se preze, visto que a atuação diária no local de trabalho necessita de muito mais do que apenas conhecimentos técnicos e científicos; precisamos sim ser responsáveis socialmente e conhecer e praticar condutas éticas todos os dias", afirma a professora.

No dia 19, haverá uma palestra sobre os "Aspectos Genéticos da Anemia Falciforme" e no dia 20, "Diagnóstico Laboratorial da Anemia Falciforme", ambas no horário de 8h às 12h, no laboratório D-200 (Biomedicina). No dia 21, no horário de 9h às 11h, acontecerá uma oficina de "Auto-Maquiagem para Peles Negras e Design de Sobrancelhas", na Fisioclínica (Estética e Cosmética); e a roda de conversa intitulada "O Código de Ética do Profissional de Educação Física no Combate à Discriminação Social", no laboratório D-200 (Bacharelado em Educação Física).

Ainda no dia 21, haverá no Hall de Entrada uma exposição de banners e materiais didáticos produzidos pelos alunos e abordagem direta de alunos afrodescendentes. A programação será ofertada de forma gratuita e será aberta tanto para a comunidade interna da UNAMA como para a externa.

Páginas