UNAMA | Ser Educacional Unama
18 Outubro
Ananindeua
UNAMA realiza workshop de suporte básico de vida
Por Adriana Pinheiro

No próximo dia 21, das 8h às 12h, o curso de Enfermagem, unidade Amazônia (UNAMA), promoverá o workshop “Suporte Básico de Vida”, no auditório 2, do campus Ananindeua, com a participação da enfermeira Daniela Maria Nantes Boução, mestranda do Programa de Pós-Graduação de Enfermagem da Universidade Federal do Pará.
Segundo a coordenadora do curso de Enfermagem, Adriana de Sá Pinheiro, o workshop consiste em uma atividade para discussão sobre o conjunto de medidas e procedimentos técnicos que objetivam suporte básico de vida.  Na vida profissional do enfermeiro, dentre as suas áreas de atuação, destaca-se a urgência e emergência, em que o entendimento dos protocolos de suporte de vida torna-se relevante”, comenta a professora.
 
O evento é aberto à comunidade em geral, as inscrições podem ser feitas no site extensao.unama.br, de forma gratuita, com a doação de uma lata de leite ou um pacote de fraldas no dia do evento.     
 

05 Outubro
Belém
Cerimonia de posse da monitoria 2017.2
Por Renata Glaucia

No dia 04 de Outubro a Universidade da Amazônia realizou no auditório David Mufarrej a cerimonia de posse dos novos monitores da instituição. O Programa de monitoria apresenta inúmeros benefícios, dentre eles o desenvolvimento de autonomia do aluno monitor, o aumento do senso de responsabilidade e a ampliação do vínculo do professor, monitor, alunado.

É uma excelente oportunidade para o amadurecimento acadêmico do discente. Bem como possibilita que estes alunos aproximem-se dos trabalhos realizados pelas coordenações dos cursos, proporcionando-os vivenciar os trabalhos de gestão. O curso de enfermagem empossou 12 novos monitores e teve renovação de mais 02 monitores, totalizando 14 monitores para o semestre 2017.2.

Segundo a discente Samara Carvalho, monitora empossada para a disciplina de semiologia em enfermagem, a monitoria é um oportunidade de aprofundar seus conhecimentos e uma forma de qualificação profissional que ira possibilita-la concorrer a uma vaga de residência multiprofissional ao mesmo tempo em que servirá de base para uma futura vida docente.

Sejam bem vindos estimados monitores e que possamos aprender e a construir uma universidade ainda melhor.

Confiram as fotos!

04 Outubro
Belém
Alunos participam da ação Saúde na Estrada
Por Renata Glaucia

No dia 18 de setembro de 2017 ocorreu a ação "Saúde na estrada" que tem como objetivo realizar orientações de saúde aos caminhoneiros, promovida pelos postos Ipiranga em parceria com a UNAMA. A ação ocorre em todo o Brasil. No Pará a parceria com a UNAMA já ocorre há mais de três anos.

Nesta edição, os alunos do curso de Enfermagem da UNAMA realizaram avaliação da pressão arterial com orientações sobre a importância do controle frequente; avaliação da glicemia capilar e orientaram os casos que estavam fora do valor de referência; além de orientações sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) com distribuição de preservativos. Os alunos do curso de nutrição realizaram a bioimpedância.

Esse tipo de atividade possibilita aos alunos experiências com a responsabilidade social, além de possibilitá-los o atendimento a um público que pouco se consegue atingir nos campos de práticas e estágios, que são os caminhoneiros.
 

04 Outubro
Belém
Cerimônia do jaleco 2017.2
Por Renata Glaucia

Uma cerimônia que marca a trajetória acadêmica do aluno da saúde, em que, a partir deste momento, eles farão uso de uma vestimenta que sem dúvida é um importante simbolo da profissão escolhida!

Alunos calouros do curso de Enfermagem da Universidade da Amazônia (UNAMA) - Alcindo Cacela Participaram na noite da quarta-feira – 06/09, no auditório David Mufarrej, da cerimônia do Jaleco. Relataram: O que acharam da cerimônia, como se sentiram, o que esperam do curso, e o que compreenderam da cerimônia.

A aluna Emilly Canelas de Souza, que esteve presente relatou: - Adorei, foi uma noite que embora simbólica, significou muito para mim, me sentir bem, da maneira como imaginava. Espero me tornar uma excelente enfermeira, usufruindo de todas as oportunidades que estiver ao meu alcance para que isso aconteça. Compreendi da cerimônia, que o jaleco não é simplesmente uma roupa, ele é sua proteção e deve ter bons modos quanto ao seu uso.

O aluno Victor Eduardo de Araújo Mesquita que também esteve presente relatou: - Construtiva para entender um pouco mais de minha profissão, estava tranquilo. Espero minha aprendizagem e formação de conhecimentos sólidos, para garantir que em meu plano de carreira foi minha melhor opção. Compreendi da cerimonia as bases de minha formação e compromisso, assim tendo responsabilidades e concisão nos meus atos.

A aluna Alina Dariane Freitas da Silva, relatou: Bem organizada, informativa, uma noite muito importantes para nós, alunos do curso de enfermagem, um incentivo para estudar e se interessa cada vez mais por essa profissão. Senti-me orgulhosa e bem. Espero ser uma profissional de qualidade, cumprir com meus deveres. Compreendi a importância dos desafios que iremos enfrentar, que o jaleco não é nenhuma roupa de status, mas é uma proteção. Como também, a função do enfermeiro que é essencial.

A mãe da aluna Alina, Dariane Freitas, Respondeu as seguintes perguntas: o que achou da cerimônia, o que espera da sua filha e da faculdade Relatou também: - organizada, informativa, expressou muito bem sobre o curso de enfermagem. Espero que ela se torne uma excelente profissional e que consiga por meio da sua profissão sucesso e realize seus sonhos de carreira. Dar o apoio necessário para que ela se torne uma profissional de qualidade.

A mãe da aluna Emilly, Andreia Canelas também respondeu as perguntas: - Cerimônia foi ótima, Espero que ela se torne uma boa profissional. Que a faculdade auxilie a torná-la uma profissional de qualidade com sua estrutura e bons professores.

22 Setembro
Belém
Acadêmicos de Enfermagem realizam exposição de maquetes
Por Renata Glaucia

 

Alunos do 7º período do curso de Enfermagem da Universidade da Amazônia (UNAMA) - Alcindo Cacela, realizaram na tarde da terça-feira – 12/09, em sala de aula, a elaboração e exposição de maquetes de Central de Materiais Esterilizado (CME).

O trabalho vale como atividade complementar para a disciplina Enfermagem em Centro Cirúrgico, ministrada pela professora MsC. Marcia Helena. O objetivo é concretizar a teoria passada para os estudantes em sala de aula, relacionando os tópicos representados nas maquetes.

A elaboração e montagem das maquetes foi realizada em uma tarde. A turma foi dividida em 6 grupos, que explicaram para a professora e acadêmicos, as funções de cada setor, bem como dos equipamentos essenciais para o funcionamento destes. Para a turma o exercício funciona de uma forma excelente não só para fixar o assunto, mas também ampliar o conhecimento adquirido em sala em conjunto.

 De tal  modo que a atividade tem uma didático muito relevante pois se faz necessário um repensar na forma de ministrar as aulas, pois a qualidade de ensino esperada por todos só é conseguida quando o aluno entende e aproveita os assuntos repassados.

12 Setembro
Santarém
Episiotomia e Episiorrafia são o diferencial nas aulas de Enfermagem em Obstetrícia
Por Elzo Everton

A Prof. MSc. Francisca Cavalcante, enfermeira, obstetra e mestra, usa oficinas práticas como estratégia para desmistificar as técnicas realizadas no momento do trabalho de parto (episiotomia e episiorrafia). Esta atividade é uma simulação realística que prepara o discente para a atuação real no campo de prática hospitalar. Para os discentes, com a realização dessas atividades, trazem mais segurança para a prática real. Isso é um diferencial do nosso Curso de Enfermagem da UNAMA em Santarém-Pará.

09 Setembro
Ananindeua
Cerimônia do Jaleco - Curso de Graduação em Enfermagem
Por Adriana Pinheiro

No próximo dia 15, do presente mês, ocorrerá no auditório I da Unama Ananindeua a cerimônia do jaleco dos acadêmicos do segundo período do Curso de Graduação em Enfermagem. O ato solene consiste na entrega da vestimentra branca aos acadêmicos por seus paraninfos, representando o início da dos estudos práticos e o comprometimento com a profissão. 

Fique atento aos horários:

* Acadêmicos de enfermagem das turmas A, B, C, D e E do turno da manhã: 8h30

* Acadêmicos de enfermagem das turmas F, G, H, I e J do turno da manhã: 10h00

* Acadêmicos de enfermagem das turmas A, B, C e D  do turno da noite: 18h30

* Acadêmicos de enfermagem das turmas E, F, G, H e I  do turno da noite: 20h30

 

 

 

 

25 Agosto
Belém
Enfermeiros podem trabalhar com genética e biologia molecular
Por Renata Glaucia

Acadêmicos de Enfermagem aproveitaram o mês de julho/2017 para adquirir conhecimentos e práticas de técnicas de biologia molecular e Genética no laboratório de génetica na Universidade Federal do Pará.

Os alunos do 9º semestre do curso de Enfermagem da UNAMA, Arthur Henrique Simães e Ely do Socorro Brabo Dantas acompanharam a Prof Milene Raiol, Doutoranda em Génetica, no Laboratório de Genética Humana e Médica, na UFPA, em suas atividades de pesquisa.

A atividade foi orientada pela Docente da UNAMA/UFPA, Enfermeira Milene Raiol (MsC em Genética e Biologia Molecular /UFPA), que demonstrou na prática a nova especialidade do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), na resolução nº 245/2016, que é a especialização de Enfermagem em GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR.

Durante esse período, os discentes aprenderam técnicas de biologia molecular e genética, como: Técnicas de extração e purificação de DNA, PCR, eletroforese em gel de agarose e acrilamida, PCR em tempo real entre outras. Novas linhas de pesquisa despertando em nossos alunos novos conhecimentos. Foi uma experiência única onde ambos souberam aproveitar a oportunidade oferecida. 

 

Tags: 
25 Agosto
Belém
Curso de socorrista militar
Por Renata Glaucia

O Curso de Socorrista Militar é realizado pelo Hospital da Aeronáutica de Belém (HABE), desenvolvido para capacitar militares, civis, acadêmicos, profissionais ou não de saúde afim de prestar socorro no Atendimento Pré-Hospitalar (APH), com a prática especificamente no círio de Nazaré em Belém.

 

Sabe-se que os desenvolvimentos dos serviços de APH culminam com a necessidade de profissionais qualificados e treinados que atendam ás especificidades dos cuidados de enfermagem. Sendo assim, podemos destacar a importância do curso para a qualificação acadêmica e profissional, o qual  capacita segundo diretrizes e normas assistências atualizadas sobre o Atendimento Pré-Hospitalar.

 

O HABE é um grande parceiro da Unama e oportunizou duas vagas para acadêmicos do último período de enfermagem da Universidade, com a finalidade de  capacitar os acadêmicos sobre o atendimento pré- hospitalar e os aproximá-los da vivência militar.

A careira militar é uma excelente opção para os enfermeiros e a Universidade da Amazônia tem enorme satisfação em firmar parcerias com o serviço militar e aproximar nossos acadêmicos desta area de atuação!

 

Os acadêmicos Jaqueline Ferreira Magno e Raphael Resende Gustavo Galvão forma indicados para a realização do curso, no qual terá duração de seis meses e sua prática será na transladação do Círio de Nazaré. Para a acadêmica do décimo período do curso de enfermagem, Jaqueline Magno, o curso está oportunizando a atualização de conhceimento de atendimento pré -hopitalar, com muitos relatos e tocas de experiencias práticas vivenciadas pelos militares além de uma oportunidade de realização de prática que ocorrerá, segundo a aluana ela se sente muito agradecida pela aportunidade do curso e por saber que todo esse conhecimento adiquirido irá refletir em uma melhor assistencia de enfermagem!

 

Em breve teremos muitas novidades em parceria com os serviços militares!

 

Agurdem!

Tags: 
14 Agosto
Belém
Liga Interdisciplinar de Doenças Infecto Parasitárias na Amazônia
Por Renata Glaucia

A Liga Interdisciplinar de Doenças Infecto Parasitárias na Amazônia, surgiu a partir do Simpósio de Doenças Infecto Parasitárias na Amazônia organizado por alunos do curso de enfermagem da universidade da Amazônia e também pela necessidade de se buscar conhecimento relacionados as patologias ocasionadas pelos agentes infecto parasitários que habitam a região amazônica. Por ser uma liga Interdisciplinar a diretoria é composta por alunos dos cursos que compõem o Centro de Ciências Biológicas e da Saúde-CCBS das diversas instituições de ensino superior de Belém (UNAMA, UEPA,CEUSPA, FIBRA). Fazem parte da liga os alunos: Everton Wanzeler, Hennã Cardoso, Thaíse Vidal, Dayvid Lobato, Horácio Ramos; Dominique Oliveira; Beatriz Bouillet, Samara Castilho, Osvaldo, Igor Cardoso, Brenda Rocha, Lucas Eduardo Santos; e as Professoras MSc. Margareth Braun; Priscila Pinheiro. Adota a sigla “LIDIPA”. Está vinculada à Sociedade Brasileira de Infectologia “SBI”. A Liga Interdisciplinar de Doenças Infecto Parasitárias na Amazônia visa cumprir objetivos de ENSINO, PESQUISA e EXTENSÃO, de forma integrada.

 

Para o acadêmico de Enfermagem e Presidente da LIDIPA Everton Wanzeler, “a liga é um instrumento que irá contribuir muito com o crescimento profissional da comunidade acadêmica das IES que estão inseridas dentro da mesma, segundo ele o diferencial e o desafio inovador será trabalhar como metodologia trabalhar a clínica ampliada com foco no projeto terapêutico um projeto do ministério da saúde lançado em 2012.”

 

A aula inaugural acontecerá no dia 04 de setembro as 18:30 mim no auditório David Mufarrej – Unama campos Alcindo Cacela,

As inscrições já estão abertas tanto para aula inaugural quanto para o Processo Seletivo que ocorrerá no dia 11 de setembro de 2017 na Unama Campus Alcindo Cacela as 19hs.

 

Participe!

VENHA SER LIDIPA.

Anexo: 
Tags: 

Páginas