UNAMA | Ser Educacional Unama
15 Janeiro
Belém
Seleção Docente para o curso de Bacharelado em Enfermagem
Por Renata Glaucia

A Universidade da Amazônia, sediada em Av. Alcindo Cacela, 287, Bairro do Umarizal, faz saber a todos os interessados, que estão abertas as inscrições ao processo seletivo, destinado ao preenchimento de vagas para contratação de professor no curso de Enfermagem, mais informações sobre o certame estão no edital anexado.

O candidato deverá enviar o Currículo Lattes para o E-mail enfermagem.alcindo@unama.br até o dia às 12h, de 19 de Janeiro de 2018, ocasião em que será realizada análise e arquivamento no banco de dados da Instituição.

Curriculum lattes enviado deverá estar atualizado e comprovado, contendo a relação dos títulos acadêmicos, relação de experiência profissional, atividades de magistério superior e realizações científicas, técnicas, culturais, humanísticas ou artísticas. 

Mais informações no edital em anexo.

Anexo: 
09 Janeiro
Belém
Estão abertas as inscrições pára projeto vivências em Enfermagem
Por Renata Glaucia

Está aberto o edital para seleção do PROJETO VIVÊNCIAS DE ENFERMAGEM 2018.1, um projeto que leva a vivência do enfermeiro em diversas áreas de atuação, tais como em UTI, centro cirúrgico, atenção básica, ao acadêmico de enfermagem!

Além das aulas práticas os acadêmicos poderão ir em outros campos de estágios e práticas aprimosras suas habilidades práticas e adiquiri mais conhecimentos!

Uma excelente oportunidade para o acadêmico de enfermagem que busca o diferencial no mercado de trabalho, pois trata-se de uma experiência extra curricular, que trará além de um certificado uma VIVÊNCIA PRÁTICA formidável.

Fiquem atentos para os prazos de inscrição e documentos necessários abaixoabaixo:

  • INSCRIÇÕES: 10 A 12 DE JANEIRO DE 2018 na RECEPÇÃO DA COORDENAÇÃO DE ENFERMAGEM (2º andar do Bloco C, recepção da sala dos professores) no horário de 8h00 às 19h00.
  • As vagas serão destinadas a alunos regularmente matriculados do 3º ao 8º semestres do curso (2018.1)
  • As inscrições serão feitas mediante o preenchimento da ficha de inscrição, comprovante de matricula  e histórico escolar (com rendimento acadêmico). Um termo de compromisso deverá ser assinado pelo aluno selecionado e entregue à Coordenação Geral de Estágios do CCBS.
  • O período de vigência do projeto será de 17 a 31 DE JANEIRO DE 2018.
  • Divulgação do resultado 15 DE JANEIRO DE 2018.
  • Cada aluno participante do projeto deverá cumprir vivência de 4h/dia, com frequência de 5 dias/semana,  totalizando 40 horas atividade complementar.

ACESSEM O EDITAL EM ANEXO!! NÃO PERCAM ESSA OPORTUNIDADE! 

Para quaisquer dúvidas e esclarecimentos procurem a Coordenação de Enfermagem. Boa Sorte!

Anexo: 
05 Janeiro
Belém
Concluinte de Enfermagem é aprovada em residência multiprofissional em saúde
Por Renata Glaucia

Ontem, o curso de ENFERMAGEM da UNAMA ALCINDO CACELA teve o prazer de receber a notícia da aprovação na Residência Multiprofissional em Saúde da Mulher e da Criança - HSAMZ da concluinte de enfermagem  Iara do Nascimento Pantoja. A discente teve uma trajetória brilhante durante os 05 anos do curso de Enfermagem na Universidade da Amazônia no campus Alcindo Cacela, por onde a qual teve a oportunidade de participar de projetos de extensão e monitoria, bem como Congressos e demais cursos que agregaram para sua formação acadêmica/profissional. A discente deu uma entrevista para o Blog de Enfermagem, confira a entrevista:

BLOG DE ENFERMAGEM: Por que você fez residência?

IARA: A residência sempre foi algo que eu almejava após a graduação. Hoje em dia a maioria dos profissionais sonham com uma residência em seu currículo, por ser algo que tenha grande peso e ser o diferencial, além de proporcionar uma larga experiência prática.

BLOG DE ENFERMAGEM: Qual a importância para sua formação profissional?

IARA: A Residência me favorecerá a ter uma larga experiência através das práticas de aprendizado, o qual ganharei maior segurança e aperfeiçoarei minhas habilidades técnicas que é de suma importância na minha profissão. Além de ter um valor de pós-graduação muito valioso no mercado de trabalho, e hoje por este estar tão competitivo, ter algo a mais é bastante significativo. 

BLOG DE ENFERMAGEM: Como a Universidade da Amazônia lhe ajudou nesse processo?

IARA: Sem dúvida a Universidade da Amazônia foi um dos pontos chaves para minha conquista, uma vez que um dos requisitos para a aprovação é a avaliação de currículo, pois além de ter uma boa pontuação na prova, você precisa ter um ótimo currículo. E é nessa etapa que percebemos o quão são valiosas  as atividades extracurriculares de graduação oferecidas pela Universidade, participar de monitoria, extensão, o preparatório para Enade e Residência e dentre outros, sem dúvida foi um diferencial e primordial para minha aprovação. Além do incentivo que sempre tive do corpo docente para publicação de trabalhos (resumos, artigos), ir para congressos, as aulas e professores excepcionais e muitos mais. Por isso, a minha conquista devo muito a minha vida acadêmica ao longo desses 5 anos.

BLOG DE ENFERMAGEM: Quais as dicas ou conselhos você daria para quem, assim como você, almeja uma residência?

IARA: Para mim o ponto chave independente do que você deseja, é ter foco. Quando se tem foco, tudo fica mais fácil. E o mais importante: estudar e participar das atividades extracurriculares que são oferecidas pela UNAMA e sempre ir mais além, sempre buscar e investir em mais conhecimento, porque como sabemos, o conhecimento nunca, jamais será demais! E com isso, o sucesso e a prosperidade virá sem nenhuma dúvida.

Assim como a Iara Pantoja muitos outros discentes/concluintes de Enfermagem da UNAMA ALCINDO CACELA têm obtido sucesso na trajetória acadêmica/profissional, visto que a Universidade fomenta a participação do discente em projetos de pesquisa, extensão, congressos, preparatórios para ENADE e Residências almejando o tão sucesso profissional.

 

05 Janeiro
Belém
Alunos de Enfermagem podem fazer cursos do Capacita
Por Renata Glaucia

A Universidade da Amazônia realizará entre os dias 04 e 31 de janeiro de 2018 o projeto Capacita, o qual visa a capacitação profissional da comunidade colocando à disposição desta diversos cursos de extensão.

Nesse sentido, o curso de Enfermagem realizará entre os dias 09 e 27 de janeiro, inúmeros cursos para diversos públicos, dentre eles acadêmicos, técnicos de enfermagem, babás, agentes de saúde e comunidade em geral.

A programação constará de cursos como "cuidados ao recém-nascido" destinado à babas e técnicos de enfermagem, "queimaduras", "acidentes domésticos", "exame preventivo: teoria e prática", "segurança do paciente" destinado à técnicos de enfermagem", "elaboração de artigos" destinado à comunidade acadêmica em geral e outros que estarão disponíveis no site extensao.unama.br

Para mais esclarecimentos e conhecimento do cursos visite o site e conheça a programação presente no anexo desta página.

Esperamos por vocês!

 

27 Dezembro
Belém
Inscrições abertas para seleção Docente 2018.1 em Enfermagem
Por Renata Glaucia

A Universidade da Amazônia, sediada em Av. Alcindo Cacela, 287, Bairro do Umarizal, faz saber a todos os interessados, que estão abertas as inscrições ao processo seletivo, destinado ao preenchimento de vagas para contratação de professor no curso de Enfermagem, mais informações sobre o certame estão no edital anexado.

 

 

22 Dezembro
Belém
Enfermeira desenvolve método mais seguro para uso de sonda de alimentação enteral
Por Renata Glaucia

Este mês tivemos a feliz notícia de uma importante premiação na pesquisa para uma Enfermeira que desenvolveu em sua tese uma revulucionária e importante pesquisa para a ciencia do cuidar. A passagem de sonda nasogátrica (SNG) para a alimentação enteral é uma prática cotidiana dos enfermeiros, que como qualquer procedimento exige conhecimento técnico cientifico pois é um procedimento que oferece riscos ao paciente, riscos graves de complicações e até morte.

A enfermeira Sandra Cristina de Oliveira Santos, desenvolveu mestrado e doutorado como aluna do programa de pós-graduação da unidade, desenvolveu um pesquisa sobre as técnicas empregadas neste procedimento. A pesquisa realizada na Unicamp se propôs a validar um método seguro que possibilite determinar com segurança o comprimento da sonda nasogástrica (SNG) a ser introduzia para alimentação de adultos. O objetivo foi o de encontrar uma metodologia que possibilite maiores acertos de localização do instrumento no corpo gástrico, ofereça ao paciente assistência mais segura e com menores riscos de eventos adversos.

A importância e o impacto do estudo para a saúde e segurança do paciente garantiu um importante prêmio para a Enfermeira.  O ineditismo do caráter experimental e a metodologia empregada foram determinantes para que o trabalho recebesse o Premio Capes de Tese, de 2017, na área de enfermagem, o primeiro atribuído à FEnf ( Carmo Netto, 2018).

A pesquisa

O grupo multidisciplinar  constituído ainda pelas enfermeiras Eliete Boaventura Bargas Zeferino e Margareta Maria Wopereis Groot,  do HC, do professor Sandro Guedes de Oliveira,  do Instituto de Física (IFGW), e por  Henrique Ceretta Oliveira, estatístico da FEnf, realizou um ensaio clínico randomizado para a avalição de três métodos de medidas externas para determinar o comprimento da SNG, com o objetivo de verificar qual deles seria efetivamente o mais seguro para o paciente.

Para tanto, foi adotada como medida controle o método NEX que, para determinar o comprimento da SNG leva em conta a distância da ponta do nariz ao lóbulo da orelha e deste até o apêndice xifóide. Trata-se do método mais divulgado, utilizado e considerado adequado entre os profissionais de saúde. Foram, então, comparados com ele outros dois métodos experimentais, que vinham sendo considerados dentro da linha de pesquisa mantida há 23 anos pela professora Maria Isabel e estudados por Sandra durante o mestrado e doutorado: o método EXU, que leva em conta a distância do lóbulo da orelha ao apêndice xifóide e deste, ao ponto médio da cicatriz umbilical; e o método NEX + XU, que considera a distância  da ponta do nariz ao lóbulo da orelha e deste até o apêndice xifóide mais a distância do apêndice xifóide até o ponto médio da cicatriz umbilical.

Após realização de estudo-piloto e cálculo amostral, verificou-se estatisticamente que cada um dos três métodos deveria ser aplicado aleatoriamente em grupos de 80 pacientes, totalizando 240, separados de forma randomizada/aleatória e duplo cego - pacientes e médico radiologista desconheciam o método a ser avaliado, ficando a cargo de um único profissional a leitura de todas as radiologias.

Os resultados mostraram que os métodos EXU e NEX + XU apresentam melhores resultados em relação ao método NEX, pois as sondas introduzidas localizam-se em regiões que reduzem a possibilidade de aspiração dos nutrientes.

Os pesquisadores concluíram que a metodologia adotada no delineamento do trabalho mostrou com muita clareza e precisão que o método NEX, preconizado na literatura e ensinado nas escolas de enfermagem, aumenta o risco de aspiração de nutrientes pelo paciente que recebe alimentação por sonda colocada em estômago, o que o torna inseguro.  A metodologia adotada na pesquisa é a primeira de caráter experimental, com resultados efetivamente conclusivos e o grupo de pesquisa espera que os dois métodos que se evidenciaram mais adequados sejam amplamente divulgados e adotados na prática clínica para maior segurança dos pacientes.

O próximo estudo a ser realizado pela equipe vai propor um modelo, com dados coletados durante o trabalho, relacionando as características anatômicas do paciente adulto com os dois métodos propostos.

 

Fonte

27 Novembro
Belém
Atividade extraclasse da disciplina de Urgência e Emergência – Curso de Enfermagem, da UNAMA.
Por Renata Glaucia

Nos dias 07, 13 e 14 de novembro, acadêmicos do 8° semestre da manhã do curso de Enfermagem, foram levados pela professora Milene Tyll para as escolas estadual Dr. Freitas e Ulisses Guimarães, para dar início a uma Atividade Extraclasse da disciplina de Urgência e Emergência. Abordaram sobre o tema “Acidentes Domésticos: Mordedura de cão e gato; picada de cobra; choque; queimadura; queda; epistaxe; intoxicação; corpo estranho e asfixia; ressuscitação cardiopulmonar – RCP”, para as turmas do 3° ano do Ensino Médio, após explanação, foram realizadas dinâmicas com os alunos para que pudéssemos ter um fid-back do que foi exposto para os mesmos. Várias dúvidas foram esclarecidas. Percebemos que esses alunos tem uma carência de informação muito grande a cerca de situações que podem ocorrer dentro de casa e o que fazer.

O objetivo da atividade, foi mostrar para as turmas do ensino médio os cuidados corretos no momento de urgência/emergência dentro ou fora de casa. No qual, a educação é um dos propósitos da formação profissional do enfermeiro, nas Unidades Básicas de Saúde, nos ambientes hospitalares, bem como nas escolas. 

23 Novembro
Ananindeua
Comunicado: alteração no calendário de provas
Por Adriana Pinheiro

Atenção acadêmicos do Curso de Enfermagem, o calendário de provas da segunda avaliação foi alterado! Confira em anexo o novo horário de avaliações.

20 Novembro
Belém
Confira o calendário de avaliações do curso de Enfermagem
Por Renata Glaucia

Olá queridos alunos,

esta semana iniciamos nossas avaliações,

preparamos umas dicas para garantir ainda mais sucesso à vocês.

1) Não perca as datas, agora serão muitas provas e datas, imprima seu calendário de prova e não perca as datas! Em anexo estão os calendários de provas pra você não esuqcer!

2)Não se atrase. Em dias de provas é muito importante você se organizar e não se atrasar, tente chegar cedo e evitar a adrenalina de chegar no último minuto.

3)Prepare suas canetas com antecedência, lembrem-se que só será permitido canetas esferográficas azuis ou pretas com cano transparente.

4)Não falte a devolutiva de suas provas, não deixe de se fazer presente na correção do professor e discussão das questões, este momento é importante para seu aprendizado e garante sua primeira vistas de provas. Pegue suas provas!

5) Boas provas, vocês estudaram! Vocês sabem que estudam para salvar vidas, para fazer uma sociedade melhor, para fazer a diferença na vida e na saúde de muitas pessoas, então este momento de avaliações faz parte desta preparação que deve ser constante!

 

Desejo uma excelente semana de provas e tranquilidade à todos!

 

um abraço,

07 Novembro
Belém
A Enfermagem na atenção básica: lutas e conquistas
Por Renata Glaucia

O enfermeiro, na atenção primária à saúde, encontra-se inserido com as reais necessidades de saúde das famílias e comunidades que buscam o serviço de saúde. Assume um papel decisivo no que se refere à identificação das necessidades de cuidados da população em termos de promoção, prevenção e proteção das pessoas nas mais variadas dimensões.

Daí termos razões suficientes para questionarmos a liminar proferida pelo Conselho Federal de Medicina expedida pela 20ª Vara/DF em 20/09/2017, que restringia enfermeiros de solicitarem exames.

Diante de manifestações de profissionais e estudantes de enfermagem espalhados pelo país, o Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), recorreu da decisão e o presidente do TRF da 1ª Região acatou recurso e derrubou a liminar que impedia enfermeiros de requisitarem exames.

É importante destacar o grande retrocesso que seria para a enfermagem e para a população que busca o SUS, especialmente nas Estratégias Saúde da Família e Unidades de Saúde. A solicitação de exames de rotina e complementares é realidade no país desde 1997, quando foi publicada a Resolução COFEN 195/197.

Reafirmamos que a consulta de Enfermagem, o diagnóstico de Enfermagem e a prescrição de medicamentos em programas do Ministério da Saúde, são competências do Enfermeiro, respaldadas pela Lei 7.498/1986, regulamentadas pelo Decreto 94.406/1987 e pela Portaria MS 2.436/2017.

A passeata do dia 20 de outubro, que reuniu enfermeiros, técnicos, auxiliares e acadêmicos de enfermagem de instituições públicas e privadas de Belém/PA, além de representantes das entidades de classe, COFEN, COREN e SENPA, foi vitoriosa, pois demonstrou que lutaremos sempre, para reafirmar nosso compromisso e proteger as pessoas que necessitam do sistema público de saúde.

Por Profª Msc Luzia Beatriz Bastos

Páginas