UNAMA | Ser Educacional Unama
20 Janeiro
Ananindeua
Confira a história do Dia do Farmacêutico
Por Adreanne Oliveira

A escolha de uma data para a comemoração do Dia do Farmacêutico foi marcada por desencontros e várias propostas. A idéia da criação de um “Dia” partiu do farmacêutico Oto Serpa Grandado, e foi colocada em discussão, pela primeira vez, no dia 7 de janeiro de 1941 quando ele participava de uma reunião na Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF) e fez o seguinte questionamento: “Todas as profissões tem o seu dia, data especial para comemorar o ideal abraçado. Por que não temos o nosso “Dia”? “ Deste questionamento surgiu a proposta para a criação do “Dia do Farmacêutico”.

No dia 20 de janeiro é comemorado o Dia do Farmacêutico. A data foi escolhida em função da fundação da Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF), em 20 de janeiro de 1916. Na época, era a maior instituição representativa da categoria, no País.

Considerando a necessidade de unificar a comemoração do Dia do Farmacêutico e por ensejar maior visibilidade e reconhecimento, o Conselho Federal de Farmácia, por meio da Resolução nº 460, de 23 de março de 2007, reconheceu o dia 20 de Janeiro como o Dia do Farmacêutico.

Na busca pela valorização e estímulo do profissional farmacêutico, a para que o dia 20 de janeiro seja marcado pelo reconhecimento daqueles que lutam em prol a farmácia, foi criada pelo Conselho Federal de Farmácia, por meio da Resolução nº323, de 16 de janeiro de 1998, a Comenda do Mérito Farmacêutico que visa distinguir farmacêuticos e autoridades pelos relevantes serviços prestados à profissão. A entrega da Comenda do Mérito Farmacêutico é realizada durante as comemorações do Dia do Farmacêutico.

Fonte: Conselho Federal de Farmácia (CFF) - http://www.cff.org.br/

 

26 Dezembro
Belém
Mercado de trabalho da estética
Por Mariela Santana

Por: Bete Rodrigues

O mercado de trabalho da estética é crescente e exige muito dos profissionais. No passado, eram aceitos profissionais com cursos livres, mas hoje esta realidade não faz mais parte do cotidiano da profissão. A procura por profissionais qualificados cresceu muito e, com isso, a necessidade de ofertar serviços de qualidade e com resultados é maior, logo a capacitação profissional tornou-se obrigatória.

O profissional tem inúmeras possibilidades de trabalho, pode ser autônomo e formar parcerias com outros profissionais da área de saúde, como cirurgia plástica, dermatologia, nutrição, e com isso aumentar o seu número de clientes. Além disso, profisisonal da estética pode montar seu empreendimento baseado em um nicho definido como atendimento apenas ao público masculino. Ou, ainda, ter a possibilidade de trabalhar em uma clinica de estética ou salão de beleza, com rendimentos mensais bastante atraentes, fora comissões acertadas entre as partes.

Tabela de Piso Salarial

Para os empregados admitidos a partir de 01/09/2016, ficam estabelecidas as seguintes classificações e pisos salariais para categoria profissional:

TECNÓLOGA (O) EM ESTÉTICA _____________ R$ 1.243,89
ESTETICISTA _____________________________ R$ 1.130,81
AUXILIAR EM ESTÉTICA ___________________ R$ 1.017,69
MASSOTERAPEUTAS ______________________ R$ 1.130,81
DEPILADORES ___________________________  R$ 1.130,81
GERENTES ______________________________  R$ 1.406,79
MICROPIGMENTADOR (A) ________________ R$ 1.001,25

*FONTE: www.pisosalarial.com.br/salarios/piso-salarial-esteticistas

A faixa salarial do autônomo é muito relativa, depende da quantidade de clientes atendidos mensalmente, algumas pessoas chegam a uma renda mensal de R$ 4.500,00 à R$ 10.000,00. Mas, para tal, é necessário muito investimento pessoal em estudo, dedicação e amor à profissão. 

14 Dezembro
Belém
Conheça a profissão do Esteticista
Por Mariela Santana

Por: Bete Rodrigues

O curso de Estética capacita o profissional para cuidar da saúde, da beleza e do bem–estar das pessoas. Para ser considerado apto a exercer a profissão é necessária formação específica, na qual o futuro profissional aprende a aplicar técnicas em diversos procedimentos, todos voltados aos mais diversos tratamentos, como os faciais, corporais e capitares. O profissional pode ainda se especializar em inúmeros procedimentos oferecidos como podologia, maquiagem, visagismo, pré e pós cirurgias plásticas, massoterapia, terapia capilar,  entre outros.

No curso, o futuro profissional aprende métodos e técnicas de avaliação, utilizando de uma boa ficha de anamnese, que possibilitará a elaboração de um programa de tratamento especifico para seu paciente.

A grade curricular do curso é muito rica em disciplinas gerais como Nutrição, Farmacologia, Anatomia e Fisiologia, Bioética e Biossegurança, Citologia, Histologia e Genética, Disfunções Dermatológicas. Tais assuntos irão orientar o profissional a compreender o funcionamento do organismo e perceber de que forma poderá atuar através de seus conhecimentos específicos na área para auxiliar o paciente em, por exemplo, amenizar o processo de envelhecimento, a recuperar a pele com acne, a controlar as manchas, a reduzir medidas, melhorar flacidez, celulite, como cuidar dos cabelos e das unhas, entre outros.

As disciplinas específicas tratam da prática profissional, da atuação do profissional com os recursos manuais e com os equipamentos de estética, tais como: Drenagem Linfática, Massoterapia, Maquiagem, Visagismo, Podologia, Eletroterapia, Design de Sobrancelhas, Pré e Pós-Cirurgia Plástica, Procedimentos Faciais, Procedimentos Corporais.