UNAMA | Ser Educacional Unama
23 Abril
Belém
Alunos do curso de Enfermagem participam de Oficinas Profissionalizantes
Autor: Adriana Sa

Neste semestre, as Oficinas Profissionalizantes da unidade UNAMA Alcindo Cacela ocorrerão entre os dias 22 a 26 de abril, nas respectivas salas de aula e laboratórios e nos horários normais de aula. 

As Oficinas Profissionalizantes são atividades realizadas por todos os cursos da UNAMA e demais unidades do Grupo SER Educacional e tem o objetivo de oportunizar aos alunos uma abordagem prática dos temas voltados para a sua área de formação, aproximando os acadêmicos do mercado de trabalho e das possibilidades de atuação profissional. As oficinas contam com a participação de docentes do curso e de profissionais convidados renomados dentro das mais variadas áreas de atuação. 

Voltada para acadêmicos de Enfermagem, o evento contou com 926 discentes.

Tais experiências proporcionam aos atores envolvidos, enxergar o ensino em laboratório como um espaço privilegiado, que requer constante interação entre os protagonistas, acadêmicos e professores no momento de integrar a teoria aprendida em sala de aula com a prática. Para os discentes o contato com os manequins para simulação de uma ressuscitação cardiopulmonar, por exemplo, ajuda a trabalhar a postura, ergonomia, controle da força e técnica a serem aplicadas durante esse procedimento e outras recomendações que seriam quase impossíveis e de certa forma perigosas de ensinar/aprender em um ambiente real.

 

No campo prático, após aulas com repetições de técnicas, uma vez que o ambiente da simulação propicia erros e aprendizado com eles, os alunos apresentam-se seguros na execução das tarefas, situação vivenciada em prática supervisionada onde os alunos que se depararam com uma parada cardiorrespiratória ou a avaliação de pacientes nas várias entidades clínicas, não se apresentaram intimidados e temerosos em interagir com a equipe multiprofissional assistente, mostrando a eficácia do treinamento prévio em laboratório.

 

O uso de simulação realística como metodologia ativa de ensino contribui para aumentar a autoconfiança, autoconhecimento e habilidades psicomotoras dos discentes na prática, além de proporcionar diálogo teórico-prático. Os enfermeiros docentes do século 21 devem buscar estratégias para inovar o ensino, sendo a simulação uma ferramenta efetiva na educação e no contexto moderno do cuidado à saúde. São espaços privilegiados que simulam cenários da prática de cuidados à saúde. Os estudantes realizam atendimentos em pacientes simulados (manequins e/ou bonecos), sempre acompanhados por um facilitador que avaliará o desempenho das capacidades voltadas ao perfil do profissional a ser formado.

Confira as imagens da galeria!

 

 

Galeria: 

Comentários