UNAMA | Ser Educacional Unama
21 Maio
Ananindeua
Unidade realiza exposição sobre Plantas Medicinais
Por Adreanne Oliveira

No próximo dia 23 de maio, acontecerá no pátio central (Átrio) da unidade Ananindeua uma exposição sobre Plantas Medicinais. A exposição será realizada pelos alunos do 4° Semestre Farmácia dos turnos da manhã e noite. O evento estará aberto ao público externo e aos acadêmicos de Farmácia e da saúde. A entrada é gratuita. Confira o horário da programação: 8h às 11h- alunos do turno da manhã/ 18h30 às 21h30- alunos do turno da noite. Participem!

21 Maio
Ananindeua
Unidade promove II Simpósio de Farmácia
Por Adreanne Oliveira

No último dia 17 de maio, foi realizado com auditório lotado o II Simpósio de Farmácia no Auditório da Unama Ananindeua. O evento abordou a temática Panomara Farmacêutico: da pesquisa básica a realidade profissional.

Dentro do tema, foram ministradas 3 palestras muito interessantes que abordaram: a vivência do farmacêutico no âmbito da pesquisa através de modelos farmacológicos em animais para o estudo da ansiedade, a atuação do farmacêutico na Farmácia Magistral e o papel do Farmacêutico na segurança do paciente em UTI hospitalar.

O evento foi extremamente importante e relevante e pôde acrescentar e atualizar mais conhecimento na complementação das disciplinas que os discentes estão vendo neste semestre na Universidade Da Amazônia - Unama Br.

16 Maio
Belém
Alunos do curso de Farmácia realizam visita técnica
Por Marcella Kelly

Acadêmicos do curso de farmácia- campus Alcindo Cacela, realizaram uma visita técnica no Ecoparque da Natura, localizada no municipio de Benevides. Alunos do 7º semestre do curso, tiveram a oportunidade de observar o funcionamento de uma grande industria de cosmético. Durante a visitação os alunos foram orientados pelo instrutor Jorge Lucas que repassou diversas informações sobre o funcionamento da fábrica além de fatos sobre a criação da empresa. O momento de maior impacto nos acadmêcios foi a visitação aos setores de produção de sabonete, onde foi possivel observar de perto como funciona uma produção em escala industrial.   

As visitas técnicas são oportunidades de demosntrar aos alunos que existe um mercado de trabalho diversificado para o profissional farmacêutico. É tambem uma execelente oportunidade de começar a montar a Network, pois nas visitações o acadêmico tem a possibilidade de interagir diretamente com o profissional que está no mercado além de se informar diretamente sobre as oportuninades de estágios que estas empresas tem a oferecer. 

Durante a visita, já ficou estabelecido o possível retorno do curso de farmácia ao Ecoparque, agora visando a área de setor de qualidade. Que venha a próxima visita técnica! 

 

 

15 Maio
Ananindeua
II Simpósio de Farmácia
Por Adreanne Oliveira

 Prezados alunos é com muita satisfação que o *Curso de Farmácia da UNAMA Ananindeua realizará nesta  quinta-feira (17/05/18) o:

 II Simpósio de Farmácia: Panorama Farmacêutico: da pesquisa básica a realidade profissional.

Serão abordados temas relacionados a:

  • Modelos Farmacológicos em Animais  para o estudo de Ansiedade 
  • Farmácia Magistral e suas perspectivas. 
  • O papel do Farmacêutico na segurança do paciente na UTI. 

Vagas limitadas: 350. 

Inscrições gratuitas pelo site.

Local: Auditório 1 - UNAMA BR

Horário: 16:00- 19:00 horas 

Carga horária: 04 horas de atividades complementares e certificado via site de extensão. 

Público Alvo: Acadêmicos e Profissionais de Farmácia, Enfermagem e saúde em geral.

Fiquem ligados! Será Imperdível!


 

07 Maio
Ananindeua
Unidade promove ação no Colégio Intelectual
Por Adreanne Oliveira

No último dia 05 de maio, alunos de Farmácia da unidade Ananindeua, participaram da UNAMA na Escola, no Colégio Intelectual.  Os alunos puderam falar sobre algumas características do curso e puderam abordar sobre o uso racional e correto do medicamento, já que neste dia estava sendo comemorado o dia nacional do uso racional de medicamentos.
 
Os acadêmicos de Farmácia intergiram com os alunos e puderam mostrar um pouco do que um futuro farmacêutico pode exercer dentre as mais de 100 áreas que a farmácia proporciona.

 

 

07 Maio
Ananindeua
Unidade recebe Talk Show Farmacêutico
Por Adreanne Oliveira

No ultimo dia 3 de maio, foi realizado o II Talk Show Farmacêutico do curso de Farmácia da unidade Ananindeua. O evento teve como tema central "A Farmacologia no cotidiano dos profissionais da área da saúde e no sucesso da terapêutica dos pacientes".

Os palestrantes convidados abordaram temas  relacionados com as seguintes doenças: Diabetes Mellitus, Asma e ESquizofrenia e suas principais alternativas terapêuticas. Os alunos puderam interagir com os convidados através de perguntas pertinentes relacionadas aos temas em questão, deixando o evento mais atartivo e dinâmico, além de despertar oa curiosidade o interesse de tirar dúvidas importantes e relevantes que ocorrem no dia a dia da população. Diante disso, o evento se tornou um sucesso de público e ainda pôde contar com a presença da TV Unama para abrilhantar ainda mais.

 

03 Maio
Ananindeua
Prefira o uso racional de medicamentos
Por Adreanne Oliveira

A coordenação do Curso de Farmácia- unidade Ananindeua, reforça a importância do uso consciente e racional de medicamentos. Procure sempre a orientação do Farmacêutico no estabelecimento comercial e evite a automedicação.

Segundo dados da Fundação Oswaldo Cruz através do Sistema Nacional de Informações Tóxico Farmacológicas, cerca de 138 mil pacientes sofreram intoxicações por medicamentos, entre os anos de 2008 e 2012, causando 365 mortes (Fiocruz).

Diante desses dados precisamos ficar atentos ao uso indiscriminado de medicamentos.

 

02 Maio
Belém
Curso de SNGPC tem inscrições abertas
Por Marcella Kelly

Nos dias 5 e 6 de maio a COOFARMI estará promovendo o curso teórico SNGPC: do cadastro a movimentação.

Esta é uma execelente oportunidade para os alunos do curso de Farmácia já começarem a interagir com Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Contorlados (SNGPC). O investimento para estudantes é de R$80 e para profissionais de R$100. O curso será ministrado de 8h às 18h, no sábado; e de 8h às 12h, no domingo. São apenas 50 vagas, então corre e garanta a sua!

Para inscrições e mais informações ligue (91) 3347-2017 / (91) 98068-3128. 

21 Abril
Belém
Alunos realizam atividade expositiva sobre Medicamentos de Prescrição Farmacêutica - MIPs
Por Marcella Kelly

Os alunos do sétimo semestre do curso de Farmácia organizaram uma atividade nos turno da manhã e noite. Cada turma compôs grupos que foram divididos por temas que versavam sobre as diferentes classes de Medicamento Insentos de Prescrição Médica (MIPs). A proposta foi elaborar banners expositivos sobre as diferentes classes e apresentá-los no hall de acesso da UNAMA. A exposição foi feita para acadêmicos, convidados, visitantes externos e professores. 

O projeto foi coordenado pelo professor Kemper dos Santos e fez parte do processo avaliativo da disciplina Tópicos Integradores II, que tem como temática a Farmácia Clínica e a Prescrição Farmacêutica. O evento contou com mais de 50 visitantes, totalizando mais de 150 ouvintes nas três turmas que realizaram a exposição.

Por fim, foi apresentado um resultado satisfatório entre os participantes que elogiaram e se gratificaram com o conteúdo proposto, ministrado e debatido durante os dois dias de atividade.

20 Abril
Ananindeua
SAIBA A DIFERENÇA ENTRE MEDICAMENTOS DE REFERÊNCIA, SIMILARES E GENÉRICOS E SUA INTERCAMBIALIDADE.
Por Adreanne Oliveira

Caríssimos fiquem ligados a mais essa informação.

 Orientação importante sobre intercambialidade de medicamentos: quais as diferenças?

 

  • Medicamentos de referência: medicamento inovador registrado no órgãos Federal responsável pela Vigilância sanitária e comercializado no País, cuja eficácia, segurança e qualidade foram comprovadas cientificamente junto ao órgão federal competente, por ocasião do registro. A eficácia e a segurançça do medicamento são comprovadas por estudos clínicos.
  • Medicamento genérico é aquele que contém o mesmo princípio ativo, na mesma dose e forma farmacêutica, é administrado pela mesma via e com a mesma posologia e indicação terapêutica do medicamento de referência, apresentando eficácia e segurança equivalentes à do medicamento de referência podendo, com este, ser intercambiável.
  • A intercambialidade, ou seja, a segura substituição do medicamento de referência pelo seu genérico é assegurada por testes de equivalência terapêutica, que incluem comparação in vitro, através dos estudos de equivalência farmacêutica, e in vivo, com os estudos de bioequivalência apresentados à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
  • Medicamentos similares, que são sempre identificados por nome comercial ou marca, não apresentam estudos de equivalência farmacêutica e bioequivalência, portanto, não são equivalentes e não podem ser intercambiáveis com o referência ou com o genérico, e seu efeito pode, inclusive, diferir do efeito desses.
  • Desta forma, são intercambiáveis entre si os medicamentos de referência e genérico; e referência e similares equivalentes, ou intercambiáveis.
  • Para exemplificar: caso seja prescrito um medicamento de referência poderá ser dispensado o próprio referência, ou o genérico, ou o similar intercambiável. Caso o medicamento seja prescrito pelo nome genérico, poderá ser dispensado o genérico ou o referência. Caso seja prescrito um similar intercambiável, poderá ser dispensado o próprio similar intercambiável ou referência. Entretanto, se for prescrito um medicamento similar, que não seja similar equivalente, somente o medicamento similar prescrito pode ser dispensado.
  • É considerado intercambiável o medicamento similar cujos estudos de equivalência farmacêutica, biodisponibilidade relativa/bioequivalência ou bioisenção tenham sido apresentados, analisados e aprovados pela ANVISA. Estes medicamentos deverão conter na bula e na caixa os dizeres: MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA.
  • É importante lembrar que medicamentos similares não são intercambiáveis com outros similares e tampouco por genéricos. Quando o medicamento é prescrito pelo nome genérico (DCB), somente poderá ser dispensado o próprio genérico ou o medicamento de referência, mas não o similar.
  • Para garantir a rastreabilidade do processo de intercambialidade, sugerimos que o farmacêutico possua registros do procedimento. A ferramenta a ser utilizada fica a critério do profissional. Ressalta-se que o farmacêutico deve respeitar a decisão expressa de não intercambialidade do profissional prescritor.

Fontes: Lei n.º 9.787/99, RDC n.º 58/14, RDC 16/07, RDC 51/07, ANVISA/ASCOM.

Páginas