UNAMA | Ser Educacional Unama
25 Outubro
Santarém
Confira dicas para fazer um bom currículo
Por Wladimir Antônio

1.Dados Pessoais

Nome completo, idade e estado civil devem aparecer logo no início do documento. É fundamental incluir também telefone e e-mail para que a empresa possa contatá-lo facilmente.

2.Objetivo

Seu objetivo profissional deve ser descrito em apenas uma linha, abordando somente o cargo e a área de interesse. Evite indicar mais de uma área em um mesmo currículo.

3.Formação acadêmica

Coloque o nome da instituição de ensino, curso e datas de início e término dos cursos que frequentou, apresentando-os por ordem de importância para a vaga desejada (pós-graduação, graduação etc.) e do mais recente para o mais antigo. Cursos técnicos só devem ser citados se tiverem relação com a área pretendida ou se você não possuir curso de graduação.

4.Experiência profissional

Mencione nome da empresa, cargo, período de atuação e suas atribuições de forma sucinta. Mas esteja atento para a descrição das atividades desenvolvidas, pois é através deste item que o selecionador conhecerá o seu potencial. Coloque-as, se possível, em forma de itens para facilitar a avaliação.

5.Idiomas

Cite apenas o idioma e o nível de conhecimento que possui. Se você estiver estudando algum, deixe isso claro no currículo. Lembre-se que se for necessário para o cargo, você será testado e deverá comprovar o nível declarado.

6.Informática

Coloque o nível real de seu conhecimento técnico das ferramentas de informática e internet. Seja sincero, pois quando as vagas necessitam de algum programa específico, testes podem ser aplicados.

7.Cursos

Cite apenas os cursos relacionados à área de interesse. Coloque o tema e o nome das instituições onde foram realizados.

 

Atenção aos cuidados importantes

*O currículo deve ter, no máximo, duas páginas com as informações necessárias para o cargo.

*Coloque foto somente se for exigência para a vaga desejada. Neste caso, ela deve ser 3×4, ter boa qualidade e priorizar uma postura profissional.

*Para quem busca o primeiro emprego, vale ressaltar no currículo as experiências na faculdade, estágios, cursos, trabalhos voluntários, habilidades e aptidões.

16 Junho
Santarém
Como elaborar um currículo
Por Wladimir Antônio

A seguir, veja alguns itens que você deve considerar na hora de elaborar o seu currículo:

1. O currículo é importante

O currículo ainda é a principal ferramenta na conquista por um emprego. A fase de triagem de currículos é primeira etapa utilizada na grande maioria das empresas para seleção dos candidatos e pode de eliminar do processo de imediato.

2. Elaborando o seu currículo

Antes de sentar para escrever seu currículo, você precisa entender quais são seus objetivos profissionais. Por exemplo: qual o tipo de vaga que pretende atuar e as empresas que se encaixam com seu perfil.

3. Cuide do design de seu currículo

Na grande maioria das situações, a simplicidade e a objetividade podem ser muito mais importantes do que um currículo inovador e diferenciado. Menos é mais ao apresentar seu perfil profissional em um processo seletivo.

4. Estruture seu currículo adequadamente

Garanta que seu currículo esteja dividido em seções como: dados pessoais, objetivo, histórico profissional, formação acadêmica e outras qualificações.

5. Preencha seus dados pessoais no currículo

O recrutador precisa de seus dados para entender parte de seu perfil e para conseguir entrar em contato com você para futuras etapas de seleção. Assim, descreva seu nome completo, endereço residencial, bairro, cidade, celular com DDD, telefone residencial com DDD ou algum outro número de telefone no qual você possa ser encontrado, e-mail, nacionalidade, idade, estado civil e número de filhos.

6. Descreva seu histórico profissional no CV

As suas experiências profissionais anteriores podem ser os principais critérios para a conquista de seu emprego. Você deve apresentar de maneira sucinta as suas experiências profissionais: a empresa que trabalhou, o período de atuação neste trabalho, o cargo que exercia e quais eram as suas responsabilidades no cargo.

7. Informe sua formação acadêmica no currículo

A forma mais adequada para preencher esta seção exige que informe a graduação obtida, o nome da instituição de ensino, a cidade na qual se formou e o mês e ano de conclusão.

8. Apresente outras qualificações

A última sessão do seu currículo não é menos importante que as demais. Neste ponto você pode esclarecer melhor sua real aderência à vaga através dos conhecimentos em idiomas que possui, de cursos de curta duração que complementam sua formação e experiências que realizou (como intercâmbios ou trabalhos voluntários).

9. Revise com cuidado seu currículo

Após a confecção do seu currículo, é importante você dedicar tempo para revisá-lo com cuidado para evitar erros clássicos. Por exemplo: um currículo com mais de 2 páginas de extensão, com erros de português ou com informações duvidosas.

Fonte: http://www.catho.com.br/carreira-sucesso/dicas-emprego/curriculo/10-dicas-para-elaborar-um-curriculo-nota-10

09 Novembro
Pará
Aprenda a elaborar o currículo ideal
Por Taísa Silveira

O currículo, é a primeira etapa de um processo de seleção de emprego, sua elaboração correta é fundamental para o candidato se destacar. O currículo tem que estar bem ajustado para a vaga pretendida, porque é através dele que o empregador tem a primeira impressão do candidato.

Em um exemplo do que não fazer, está num currículo onde o candidato se desfaz em elogios a ele mesma: “responsável, determinado, ativo, organizado”. Ele só destaca as qualidades sem apresentar as experiências.E quando o recrutador conhece o candidato e percebe que ele não é tudo aquilo que diz ser, é tarde demais: a má impressão já foi criada.

A imagem do candidato também pode ser prejudicada pelos excessos na apresentação do currículo. Use duas folhas, três no máximo, isso se o seu currículo for extenso; imprima em papel branco, nada de enfeite ou cores. Caso não utilize uma pasta L, é bom grampear as folhas impressas para que não se percam. Um currículo organizado em tópicos, bem objetivo, é sempre melhor que um cheio de informações confusas.

Dados pessoais são importantes, portanto nome, estado civil, endereço e telefone devem constar no seu currículo. Coloque essas informações sempre no início da folha. Não precisa usar números de documentos como CPF e RG. Lembre-se de acrescentar um e-mail ativo, mas cuidado, para não ser algo como “gatinha@”. Se você tiver e-mails apenas assim, crie um que tenha um perfil profissional.

Selecionamos algumas dicas importantes que você deve sempre estar atento na hora da elaboração do seu currículo. Veja:

• Coloque em seu objetivo a sua função, ou cargo a que você está se candidatando.

• Na formação acadêmica comece sempre pelo curso mais recente; não precisa colocar tudo o que você estudou, só os cursos que têm a ver com o cargo que você pretende; não esqueça de citar a instituição em que se formou e a data; neste tópico pode falar os cursos de idiomas.

• Qualificação. Muito cuidado com a forma que você se apresenta. Observe bem os adjetivos usados e nada de elogios excessivos; escreva o que você sabe fazer e suas experiências. Se já fez um intercâmbio, não deixe de colocar no seu currículo.

• Atividades profissionais. Coloque onde trabalhou, os cargos que exerceu e as datas; se puder, conte um pouco do que realizou enquanto esteve na empresa; seja direto, não precisa falar de todas as empresas que já atuou, conte somente sobre os três últimos empregos.

• Faça uma revisão minuciosa, não deixe passar erros de português; não enfeite as letras, não grife, não faça destaques coloridos. Lembre-se: simplicidade é a chave.

O currículo é sempre a primeira etapa de um processo de seleção de emprego por isso faça tudo certo, pois pode não haver uma segunda chance.

09 Novembro
Belém
Currículo incrível: a porta de entrada para o mercado de trabalho
Por Taísa Silveira

Com tantas pessoas disputando vagas no mercado de trabalho, é importante que os profissionais em busca de oportunidades saibam valorizar suas qualificações para se destacar dos concorrentes. 
É fundamental que o currículo do candidato demonstre seus diferenciais de forma clara e objetiva. Atualmente as empresas estão abrindo mão dos processos seletivos tradicionais, e estão buscando candidatos em plataformas online de hospedagem de currículos. Sabendo disso quem procura emprego precisa saber como usar a tecnologia a seu favor. 
 
O Grupo SER EDUCACIONAL possui uma ferramenta inteligente de oferta de vagas chamada PORTAL DE CARREIRAS, que filtra, entre todos os candidatos cadastrados, somente aqueles que estiverem de acordo com as características e qualificações necessárias para a vaga disponível. Esta tecnologia é ótima tanto para o candidato quanto para o recrutador, porque cada um dos lados descreve de forma simples e direta o que procura e a plataforma conecta candidato e empregador, garantindo uma seleção rápida e eficaz. 
 
O PORTAL DE CARREIRAS é uma ferramenta muito eficaz e que funciona como vitrine para os candidatos às vagas disponíveis no mercado. É fundamental que aqueles que estejam em busca de uma oportunidade saibam enfatizar em seu currículo seus pontos fortes para conseguir maior destaque entre os demais.
Para ajudar quem está pleiteando uma vaga a montar um currículo que valorize suas potencialidades, elencamos cinco pontos que não podem faltar no currículo, e podem destacar o profissional entre os demais candidatos: 
 
1. Formação acadêmica. Evidencie cursos de especialização voltados para a sua área de atuação e domínio de outros idiomas. Esses são grandes diferenciais. Formação é a base de um bom currículo, especialmente para quem possui proficiência em outros idiomas. É importante que, mesmo não sendo fluente, o candidato indique se está fazendo um aprimoramento em língua estrangeira. Este já é um grande começo.
 
2. Resultados obtidos e desenvolvimento de projetos. Destaque suas conquistas em empregos anteriores que valorizam e diferenciam o seu desempenho profissional.
 
 
3. Conhecimentos de informática. Muitas profissões exigem conhecimentos técnicos e ter o domínio destas ferramentas digitais é de extrema relevância.
 
4. Ressalte as empresas de renome as quais você já passou. Valorize suas experiências em empresas conhecidas pelo grande público. Ter passado por empresas solidificadas no mercado causam uma boa impressão e saltam aos olhos dos empregadores. 
 
5. Aponte viagens realizadas para o exterior: Viagens feitas para outros países, seja a trabalho ou para estudo, devem ser destacadas pois sempre trazem uma bagagem cultural e profissional diferenciada.
 
Mas não basta saber o que valorizar na hora de construir o currículo, é preciso saber também o que não deve ser mencionado. Por isso vamos mostrar cinco pontos que devem ser evitados para não desfavorecer quem procura um novo emprego:
 
1. Não valorize pontos fracos. Se o conhecimento em alguma área for básico, não o mencione. Isso pode fazer com que o entrevistador perca o interesse no restante do currículo.
 
2. Seja objetivo. Não repita informações em todas as empresas no campo de descrição das atividades. Seja específico e claro na descrição das atividades que desempenhava.
 
3. Não se mostre indisponível. Se não possui disponibilidade de horário e viagens e a empresa ainda não solicitou estas informações, não destaque no currículo. Você pode parecer inflexível.
 
4. Seja claro. Especifique a área/vaga que está se candidatando.
 
5. Direcione o currículo. Quando estiver se candidatando para vagas específicas, evite dedicar muito espaço do currículo para experiências que não contribuam para a atividade daquela oportunidade.
 
Seja cuidadoso com seu currículo, ele é a sua porta de entrada para o mercado de trabalho.