UNAMA | Ser Educacional Unama
22 Fevereiro
Belém
Carta de um veterano aos calouros...
Autor: Adriana Sa

Aos Calouros de Enfermagem.

Relato de um aluno do 5º semestre: Daniel de Freitas

Muitas vezes somos surpreendidos com o que estamos pensando e o que queremos do nosso futuro: O que faremos, como e com o que trabalharemos, quais as nossas expectativas em relação ao mercado de trabalho. Estas e muitas outras perguntas nos cercam no dia a dia.

Para os que saíram do Ensino Médio e ingressaram na faculdade ou até mesmo aqueles que decidiram fazer sua primeira graduação segunda, terceira e assim por diante, só posso dar os meus PARABÉNS!!! Mais na frente, explicarei o porquê!

Quando passamos no vestibular comemoramos com garra, com lágrimas nos olhos, revivemos tudo o que passamos para chegar ali, no momento tão sublime, na frente do rádio, aguardando o nosso nome na rádio (pasmem, a UNAMA é uma das pouquíssimas, se não a única Universidade particular que mantém a tradição de lançar o listão na rádio) e logo após a euforia da comemoração, do choro, da sensação de alívio começam as pérolas realísticas de nossos parentes, amigos, vizinhos e conhecidos.

Pérolas do tipo: “fácil é entrar, quero ver sair”, “Credo, tá comemorando porque passou em uma particular? ”. “Pobre garoto(a) , não sabe o que te aguarda dentro da faculdade”; “passou em que? Enfermagem? Vai servir de escravo pra médico”. “São 5 anos de curso? Estuda mais um que te formas em medicina”, e por aí vai.

Realmente, nunca disseram que seria fácil cursar uma Universidade, seja ela qual for, assim como não foi fácil cursar o Ensino Fundamental e o Médio, mas conseguimos tirar de letra, tanto prova que passamos no vestibular, mas a diferença é que vamos estudar aquilo que vamos exercer com a cabeça erguida: Cuidar, salvar, amar os outros.

Não é fácil, não foi e nunca será fácil.

Estou no 5º semestre de Enfermagem (noturno), me divido em vários Daniéis, no amigo, irmão, filho, marido, representante de turma, acadêmico, relações públicas, produtor, neto, sobrinho, primo, tio, cunhado, genro, enfim, uma infinidade de “pessoas” dentro de mim mesmo. Mas voltando, não é fácil estudar matérias que sabemos que vão ser difícil e que apenas demos uma pequena pincelada no Ensino Médio.

Algo como o tipo de músculo que encontramos no estômago ou, o porquê a Pressão arterial dar alterada, ou até mesmo saber o porquê a gestante sentir falta de ar, por que suamos com o calor, por que sentimos dor, por que temos febre... Tudo isto vamos aprendendo gradativamente, pouco a pouco.

Tudo isto parece difícil, mas se torna mais fácil porque estamos sendo ensinados por Professores Mestres e Doutores da área, que possuem uma vasta experiência na docência. Temos os melhores laboratórios (Informática, Anatomia, Fisiologia e outros), melhores equipamentos para estudarmos, melhores livros, melhores acadêmicos: Estamos entre os melhores para sermos o que? Os melhores da Enfermagem.

No início parabenizei as pessoas que decidiram cursar Enfermagem ou qualquer graduação da UNAMA, pelo simples fato de querer mudar de vida, mostrar para si mesmo quão importante é ter um Diploma de Ensino Superior e mostrar que quer fazer parte do mercado de trabalho com respeito e respaldo da Instituição que eleva nossos conhecimentos e técnicas.

Enfermagem é a arte de cuidar do próximo.

Nossos colegas médicos prescrevem Medicamentos e nós prescrevemos o cuidado, nós iremos administrar nossa Equipe para que estes medicamentos sejam realizados com sucesso, com êxito, com exatidão, vamos mexer com equipamentos que nenhum outro profissional saberá manuseá-los, faremos cálculos de medicações, horários, passaremos visitas, faremos SAE, estaremos com o paciente direto, quase que 24 horas por dia, saberemos tudo sobre a vida deles. Sorriremos mesmo que por dentro estejamos dilacerados, abraçaremos, contaremos piada, quebraremos aquele ambiente “hostil” e preocupante do hospital e transformaremos em um ambiente sutil e alegre.

Uma vez, ouvi da professora Milene Tyll – ainda conhecerão esta fera da Enfermagem – que  “cuidaremos do amor da vida de alguém”, e se formos parar para pensar, é a mais pura realidade que enfrentaremos: o paciente/cliente/usuário que cuidaremos é filho de alguém, esposa de alguém, mãe ou pai de alguém... Este é nosso papel, cuidar de vidas, levar carinho, amor, serenidade, zelo, compaixão, é mostrar para o paciente que estamos ali para tornarmos a vida dele melhor e da melhor maneira.

Hoje, estamos na melhor Universidade Privada da região Norte (quem diz isso não sou eu e sim a Revista Guia do Estudante em 2015 e 2016, dá uma olhadinha no site: http://guiadoestudante.abril.com.br/blog/melhores-faculdades/conheca-as-melhores-universidades-do-brasil-por-regiao/ e http://www.leiaja.com/carreiras/2016/10/25/unama-e-eleita-melhor-universidade-particular-do-norte/ ).

Fazermos parte dela é uma oportunidade única.

Os 5 anos passarão rápido, serão árduos, afinal, não existe vitória sem desafios, sem conquistas, sem empenho, sem luta e sem trabalhos, seminários, provas, estágios, congressos, estudos, provas de novo, já disse seminários? E depois disso, vem a grande e tão sonhada festa, solenidade e alívio. Alívio em sabermos que temos um diferencial: Estudamos na Unama e tivemos os melhores Professores e estes 5 anos não serão nada perto do que aprenderemos com estas pessoas (professores, coordenadores, diretores, colaboradores e alunos). Nos tornamos uma família, uma família com membros vitoriosos.

Então para vocês um SEJAM BEM VINDOS bem gigantesco e sintam-se acolhidos por nós, veteranos e membros da Família Unama – Ser Educacional.

Um abraço carinho e a gente se esbarra pelos corredores!

 

 

Tags: 

Comentários